Tenebrios

Criação de tenébrios

O Tenebrio comum (Tenebrio molitor)

é um dos insetos mais criados em todo mundo.Trata-se de uma espécie de besouro (Coleóptero), e é a
larva desse besouro que nos interessa.
O Tenebrio é muito importante na alimentação de animais onívoros (que comem “de tudo”),
insetívoros (que comem insetos) e também para aqueles que precisam de insetos em alguma fase da vida. Quando criado de forma higiênica e fornecido em quantidade adequada, se traduz basicamente em Saúde e Atividade Psíquica e Motora para o animal que o consome .Tenebrio comum, um alimento vivo O mais importante aspecto a se considerar sobre o uso de alimentos vivos, é o efeito que
esses insetos provocam em termos de “bem estar animal” e em termos de “enriquecimento ambiental”.
 Muitos animais criados em cativeiro adoecem devido à monotonia, e isso geralmente provoca comportamentos autodestrutivos, como a queda no consumo de alimentos e a auto-mutilação. Oferecer uma presa viva, móvel e palatável, pode manter um animal ocupado porvárias horas.Na criação de animais silvestres em cativeiro fica evidente a importância desse tipo de alimento. Insetos despertam os instintos de caça, de sobrevivência.

Utilização

Pequenos mamíferos como o sagüi e o gerbil, escorpiões, aranhas, iguanas, rãs, tartarugas e peixes apreciam Tenebrios.

Valor Nutricional

O valor nutricional das larvas do Tenebrio é outra importante característica. São excelentescomo fonte de proteínas de alta digestibilidade, gorduras, fósforo e vitaminas.

Preparação e manejo da colônia

A preparação de uma colônia de Tenebrios é muito simples, sendo necessário apenas uma caixa plástica, substrato e as larvas. A caixa deve ser mantida em local seco, escuro e ventilado. Para montar a colônia, basta transferir a porção de tenebrios do recipiente de transporte paraa caixa de criação, e completar com substrato até uma altura de 10 cm. Como abrigo para as larvas, colocamos um pano dobrado (ou jornal) cobrindo 50% da superfície do substrato.

 Dicas fundamentais no manejo de uma colônia de Tenebrio molitor:

Fonte de umidade: recomendamos o uso de cenoura, chuchu ou batata. Cortar finas fatias do legume, com cerca de 2 mm de espessura, e
colocar uma quantidade suficiente para 1 dia. A quantidade ideal a fornecer é aquele em que 24h após o fornecimento, praticamente não encontramos sobras. A retirada de sobras diariamente irá impedir o desenvolvimento de fungos na caixa.

Outros alimentos:
não recomendamos o uso de nenhum outro tipo de alimento nacaixa além do substrato e da fonte de umidade.

Troca do substrato:
 quando se verificar que o substrato se transformou num pó fino e cinza, é hora da troca do material. Para isso, basta passar a colônia numa peneira de maneira a separar os insetos dos resíduos. Limpe bem a caixa, coloque o novo substrato e em seguida os insetos coletados. Sempre
utilize proteção para os olhos e narinas quando for peneirar sua caixa de criação.

Reprodução:
 Tenebrios são insetos que passam pelas fases de ovo, larva, pupa e besouro. De 30 a 60 dias após o recebimento das larvas o criador verificará o aparecimento de besouros na colônia. A fase besouro indica início da postura de ovos, início da fase reprodutiva.

Conservação sob refrigeração:
uma das mais notáveis características do Tenebrio molitor é a capacidade de resistir a baixas temperaturas. Entre 0 a 5ºC positivos o
inseto entra em “hibernação”, e com isso
o desenvolvimento é muito mais lento. Essa técnica é muito útil para criadores que querem impedir que as larvas cresçam, e para atrasar a transformação de larvas em pupas. Na prática, basta colocar a colônia sob temperatura de geladeira, e retirar por 24h a cada 10 dias para que os insetos se alimentem.

7 comentários:

  1. Porque a necessidade de utilização de protetores de olhos e narinas , na troca e ou peneira do substrato?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, pq esse pó é carregado de partículas provenientes dos resíduos dos insetos ( excrementos, cascas, peles etc )extremamente nocivas e como é muito fino, é facilmente inalado. Esse pó tb dá muita alergia por isso do cuidado.

      Excluir
  2. Quais doenças podem ser transmitidas na criação do tenebrio?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nenhuma, esses animais são limpos,silenciosos e de fácil manutenção. Mantendo a colônia saudável, não haverá problemas. Caso apareça alguma anomalia como fungos, basta eliminar a colônia. Nunca tive problemas com minhas colônias mas por precaução, usa várias caixas de 11 litros, se um dia der problema o prejuízo é menor.

      Excluir
  3. Para se ter uma produção de 50 mil larvas mes.
    Qual deve ser o procedimento?

    ResponderExcluir
  4. Alex, segundo alguns estudos, cada besouro bota entre 300 a 500 ovos, se vc fizer separação do substrato a cada 15 dias 1 mês, vc evita que os besouros comam esses ovos otimizando sua produção, mas detalhe, alguns criadores afirmam conseguir melhores resultados não fazendo essa separação no inicio, alegam que os besouros comendo os ovos formam colônias mais fortes mas eu não sei. Prefiro fazer separação dos estágios e consigo bons resultados

    ResponderExcluir
  5. Meus besouros estão hibernando, sendo que a temperatura não baixou de 10°. E estão sempre bem alimentados.

    ResponderExcluir